«Portugal pós-pandemia» Opinião de Marta Araújo

Como pontos negativos, vejo a quebra muito acentuada do turismo, o decréscimo de encomendas provenientes do estrangeiro (porque os países que costumam comprar a Portugal vão ser pressionados para dar trabalho aos seus próprios cidadãos, em vez de continuar a sustentar a mão de obra barata das nações periféricas), a consequente escalada do desemprego, e a necessidade de nacionalizar algumas grandes empresas – com o peso que isso acarretará para um Estado já sobrecarregado com dívida.

Como positivo, teremos o fortalecimento do Made in Portugal no mercado interno, por via do “consumo patriótico” que habitualmente resulta das crises, acompanhado de um espírito coletivo de solidariedade, união e vontade de proteger a nossa economia e postos de trabalho.
 
Bom fim de semana e muita saúde para todos os membros do FAE!

6 de abril de 2020

Marta Araújo

CEO da Castelbel

Mais Notícias